Home | Dicas de Apoio ao Turista

Perda ou roubo de documentos, cartões, cheques de viagem

Perda ou roubo de documentos, cartões, cheques de viagem

Acidentes, infelizmente, acontecem. Se forem inevitáveis, o melhor é estar preparado para lidar com eles e evitar que imprevistos como a perda ou roubo de documentos impeçam o viajante de continuar seu roteiro.

A precaução deve começar antes da viagem. Não custa anotar o endereço da Embaixada ou consulado brasileiro mais próximo de onde você vai estar durante a viagem. Num caso de emergência, procurar o plantão do serviço consular é indispensável. Antes, contudo, será preciso registrar numa Delegacia de Polícia que documentos - cartões de crédito, cheques de viagem, passaporte - foram roubados ou perdidos.

Caso os cartões de crédito ou cheques de viagens tenham sido perdidos junto com os documentos, é imprescindível entrar em contato imediatamente com a administradora do cartão para providenciar seu cancelamento. No caso do cheque de viagem, é preciso informar às administradoras para que providenciam o cancelamento dos cheques perdidos e o reembolso do valor para o cliente. É preciso fornecer o número que consta no canhoto que identifica cada cheque perdido.

É possível fazer um novo passaporte caso o seu tenha sido perdido ou roubado, porém, a emissão do documento custa em torno de US$ 50 ou US$ 60 e não é imediata. Além disso, demanda a apresentação de outros documentos, como carteira de identidade, título de eleitor. Por isso, se necessário, o serviço consular dará ao viajante uma Autorização de Retorno à Pátria (ARP), que permitirá que ele embarque de volta ao Brasil. A ARP pode ser emitida na mesma hora, e não custa nada. Mas não é válida para a pessoa viajar a um terceiro país.

O Ministério das Relações Exteriores recomenda aos viajantes que observem também a validade do passaporte antes de embarcar. Muitas vezes, um documento prestes a vencer pode expirar durante a viagem causando constrangimentos ao portador. Em geral, os serviços de Imigração exigem que o passaporte esteja válido por no mínimo seis meses.

Mais informações sobre como agir em caso de emergências no exterior e as listas com as embaixadas e representações brasileiras no exterior podem ser obtidas no site do Ministério das Relações Exteriores.

 
 
 
 
 
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
Midia Essencial